O QEdu Redes está atualizado! Saiba como aumentar o Ideb da sua rede

Nós do QEdu – a maior plataforma de dados educacionais do Brasil – criamos o QEdu Redes para ser uma ferramenta que auxilie o trabalho das Secretarias e das escolas na interpretação pedagógica dos resultados gerados a partir da Prova Brasil, tendo como foco, principalmente, a melhoria do aprendizado dos estudantes e, por consequência, do aumento do índice do Ideb.

Atualizamos o QEdu Redes com os dados mais recentes divulgados pelo MEC. Agora, você pode acompanhar a realidade da sua rede usando as informações mais atualizadas disponíveis.

Você pode fazer esse acompanhamento utilizando um painel com diversos indicadores da sua rede, o que permite ir mais fundo na análise dos dados e transformar os números em ações pedagógicas. Veja só como fazer isso usando Painel do AprendizadoPainel do Aprendizado

Neste painel é possível verificar o desempenho dos estudantes da rede de acordo com os tópicos e descritores da Prova Brasil, onde há uma matriz de referência que designa o que os estudantes precisariam ter aprendido em Português e Matemática. No portal do QEdu é possível ver, em um nível mais alto, se os estudantes tiveram o aprendizado adequado ou não. Neste painel também é possível filtrar o resultado por escolas, navegando entre elas no canto superior direito.

Também oferecemos o Simulador do Ideb onde você poderá verificar qual o impacto no Ideb se crescerem as taxas de aprovação em cada ano e também observar quanto seu Ideb cresce se as médias de português e matemática na Prova Brasil aumentarem:

Screen Shot 2017-05-31 at 18.13.54

Nossa missão é apoiar o dia-a-dia das Secretarias e escolas usando tecnologia e dados. Esperamos muito que o QEdu Redes possa ajudar você a melhorar a Educação da sua rede. Caso ainda não tenha cadastro, aproveite que é gratuito! Aqui: http://redes.qedu.org.br/

Dorly Neto
Dorly é Growth Hacker do QEdu. Busca sempre alinhar tecnologia e sensibilidade para contar boas histórias e encantar as pessoas.

Comentários

comentário(s)